CBC e Taurus doam fuzis e munições para governo do RJ

Equipamentos serão destinados para a Policia Civil, Policia Militar e secretaria de Administração Penitenciária

A Companhia Brasileira de Cartuchos (CBC) e a Taurus realizaram nesta segunda-feira (8), em cerimônia no Palácio Guanabara, assinatura do termo de doação de cinco fuzis T4 e 19 mil munições CBC .308Win HPBT Sniper 168gr destinados à Policia Militar, Policia Civil e à secretaria de Administração Prisional do Rio de Janeiro.

O presidente da Taurus e vice-presidente comercial e de relações institucionais da CBC, Salesio Nuhs, fez a entrega simbólica dos armamentos e das munições ao governador do Estado, Wilson Witzel, e aos Secretários das três instituições.

Os armamentos doados fazem parte da linha T Series, especialmente desenvolvida para o mercado militar e policial. O fuzil modelo T4 calibre 5.56 NATO é baseado na consagrada plataforma M4/M16, amplamente empregada pelas forças militares em todo mundo e principalmente pelos países membros da Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN), por ser considerada uma arma extremamente confiável, leve, de fácil emprego e manutenção.

Já as munições CBC .308Win HPBT Sniper 168gr, por sua alta precisão, são indicadas para trabalhos de atiradores de elite (“Snipers”). Os projéteis utilizados na produção desta versão da munição Sniper são fabricados pela Sierra ®, que combinados aos rigorosos controles de qualidade do processo de fabricação da CBC asseguram disparos de alta precisão a longas distâncias.

Esta não é a primeira doação para incremento do armamento das forças de segurança no Rio de Janeiro. Em março de 2018, a CBC e a Taurus entregaram 100 fuzis e 100 mil munições para a intervenção na segurança pública do Estado.

“Como empresas brasileiras e estratégicas de defesa, a CBC e a Taurus entendem que a segurança pública no estado do Rio de Janeiro depende de muitos fatores, no entanto, acreditamos que estas iniciativas, oriundas do compromisso com a segurança de nosso País, poderão colaborar com melhorias neste setor”, afirma Salesio Nuhs.

FONTE: https://revistacapitaleconomico.com.br

Compartilhar